quinta-feira, maio 04, 2006

coração púrpura (Lídia)

O rio corre sereno
Como nossas orações.
Mulheres se curvam humildes,
Buscam a Deus de seu jeito.

Nessa praia, a água tão clara
Remete ao seu amor incomparável,
Seu proteger inefável,
Seu proceder perfeito .

Maravilhoso como Deus
Em sua soberana vontade
O coração dos seus prepara
Para receber a santa verdade.

Aquelas doces palavras
Vieram ao nosso encontro.
O reino de Deus chegara.
Foi como saber disso o tempo todo.

Jesus , a água da vida,
Seu espírito mandou naquele momento,
Agindo tal qual bom pastor
Trazendo graça imedida
Certeza, perdão e alento.


Ao ver Paulo e Silas pregando
Tudo tão claro ficou
Salvação hoje e sempre
Em minha casa, minha alma entrou.


E o coração que já era bem perto,
Vermelho como as tintas que vendo,
Hoje canta glórias ao Rei,
Pulsante, feliz, leve como o vento.


29/04/06

Um comentário:

marcello disse...

OLá Débora ! Finalmente consegui acessar o site.
Parabéns pelas suas poesias e comentários. São muito legais!!!
Não pare !!! Continue...
Espero que Deus continue a iluminar seu caminho.
Bjs.
Marcello