domingo, novembro 16, 2008

débora mesmo

sou mulher comum: tal como Adelia.
nem tão feia que não possa atrair
nem tão linda quanto Sophia.
vivo minha história,
sou dona da minha cozinha.
talvez em meu laboratório diário
não se encontrem sempre acertos,
mas as receitas são minhas.

sou mulher que trabalha
e vive correndo atrás do tempo.
choro nos meus cantos de quando em quando
e sorrio bem largo às vitórias de minhas crianças.

não sou mulher diplomata
de terno, salto e batom vermelho.
mas aprendo a negociar a todo instante
com essa a quem chamamos vida
e aquela a quem não queremos, morte.

4 comentários:

Eliana Holtz disse...

gostei muito!

beijoca Gêmela

Vítor Carvalho Ferolla disse...

O PAVA está fazendo uma Newsletter só para blogueiros e dessa vez é sério.

Para entrar na lista basta me enviar um e-mail com seu Nome, E-mail e Endereço de Blog e Data de Aniversário para:

amigodopava@gmail.com

Obrigado!

luiz disse...

legal debora...gostei...
www.luizvcc.wordpress.com

Mayuí Becker disse...

Mulher única, que se conhece e sabe seu valor ! Perfeito ! Beijão !