segunda-feira, junho 09, 2008

mamãe e eu




Ela doce. Eu brava.
Ela experiência. Eu erupção.
Ela certeza. Eu dúvida.
Ela aconchego. Eu nem sempre.
Ela paciência. Eu irritação.
Ela lágrimas. Eu também.
Ela tudo pode. Eu não pode nada (só às vezes).
Ela silêncio. Eu música.
Ela frágil. Eu pareço forte.
Ela oração. Eu nem sempre.
Ela coração. Eu razão.
Ela agora avó. Eu ainda mãe.
Ela sempre mãe. Eu ainda filha.
Ela fala manso. Eu ...
Ela escuta. Eu não.
Espero aprender a ser tudo que ela é
Mais rápido do que tenho feito.

2 comentários:

Eliana Holtz disse...

Amei esse poema!!!
cheio de verdades...

bjbj "Gêmela"

Mário disse...

Deu vontade de chorar meu!